A professora Luhema Ueti traz diversos recursos para as aulas on-line que são extremamente úteis, não só nesses tempos de quarentena, mas daqui para frente!

Recursos para as aulas on-line

Devido ao momento que o mundo inteiro está passando, as aulas presenciais foram transferidas para aulas virtuais ou on-line e muitos professores se perguntam o que fazer nessas aulas. A primeira dificuldade foi conhecer ou aprender a utilizar plataformas que fazem a interação entre professor e aluno acontecer (Skype, Google Meet, Zoom, Cisco etc.).

Passado esse momento, o professor se pergunta como fazer a aula? Se apenas segue o livro, o aluno em sua casa e o professor na dele? Quais atividades fazer? Quais outros tipos de atividades são possíveis de se fazer com o aluno utilizando diferentes recursos? E são possíveis respostas para essas perguntas que vamos apresentar aqui. No artigo de hoje, vamos apresentar alguns recursos e sugestões de atividades a serem feitas com os alunos para que a aula fique mais organizada e dinâmica.

A primeira resposta para uma das perguntas é que o professor não deve apenas seguir o livro (geralmente impresso) e continuar com o aluno fazendo o que se fazia na aula presencial. É necessário e possível utilizar outros materiais para que a aula continue sendo atrativa e interessante. A seguir apresentaremos alguns recursos úteis:

Google DriveGoogle Drive (para utilizar é necessário ter uma conta no Google – gratuito)

O Google Drive é um recurso em que você pode armazenar arquivos na nuvem. Assim, é possível compartilhar com seu aluno materiais, vídeos, áudios. Você pode criar uma pasta para cada aluno/grupo e incluir os materiais. É possível compartilhar toda a pasta com os alunos ou links de materiais específicos.

Google Docs/Google Documentos (junto com o Google Drive – para utilizar é necessário ter uma conta no Google – gratuito)

Você pode compartilhar materiais no Power Point, Word, Excel (o Google Docs/Documentos) e os alunos podem editar o arquivo.

Outra utilidade do Google Drive é que você pode compartilhar materiais no Power Point, Word, Excel (o Google Docs/Documentos) e os alunos podem editar o arquivo. Com esse recurso, durante a aula, você pode fazer atividades em que os alunos precisam escrever, colar figuras, sublinhar palavras ou frases no Word, por exemplo.

Você pode colocar um texto no Word, compartilhar com os alunos (você pode enviar o link por e-mail, mas não se esqueça de configurar para que todos possam editar o arquivo) e pedir que eles marquem as palavras que desconhecem, que respondam às questões por escrito ou que completem frases. Tudo isso pode ocorrer durante a aula, instantaneamente, como também pode ser feito em outro momento, pois as modificações ficam salvas no arquivo.

Com grupos, você pode pedir para os alunos continuarem uma história, corrigirem as frases escritas pelos outros colegas ou produzirem um dicionário sobre um material específico.

Pessoalmente, essa é a ferramenta que mais utilizo com os meus alunos, pois enquanto o professor fala, o aluno pode fazer anotações como se estivesse fazendo anotações em um livro ou caderno, marcando as palavras que têm dificuldade ou anotando traduções.

Google Docs – Forms/Formulários (para utilizar é necessário ter uma conta no Google – gratuito)

Ainda dentro do Google Drive/Docs existe o Google Forms/Formulários. Com essa ferramenta é possível fazer testes, quizzes, atividades para avaliar ou apenas consolidar o conteúdo estudado. É possível montar atividades que têm correções automáticas e até notas. Não é possível fazer atividades como completar lacunas, mas é possível fazer atividades de múltipla escolha, escrita de parágrafos ou respostas curtas.

Google Classroom/Sala de Aula (para utilizar é necessário ter uma conta no Google – gratuito)

Mais uma ferramenta do Google, nela você pode criar “turmas” para seus alunos. É como se fosse a junção de uma pasta, um mural e um diário de classe. É muito bom para organizar as aulas, as datas das atividades, o conteúdo e isso pode ser compartilhado com o aluno. Para turmas é muito interessante, pois caso um aluno perca uma aula, ele pode verificar o que foi trabalhado. Você pode incluir as atividades e materiais em cada uma das aulas.

Padlet (necessário registrar-se, são gratuitos 3 arquivos, para mais arquivos, é necessário pagar)

O Padlet é uma ferramenta como um mural, mas também pode ser utilizado para criar apresentações e incluir fotos. Uma sugestão de atividade com esse recurso é fazer um dicionário visual, no qual os alunos tiram fotos de objetos ou situações e descrevem-nas.

Quizlet (necessário registrar-se – gratuito)

Com esse recurso, é possível fazer cartões com palavras ou frases e traduções. Além de poder fazer quizzes com as palavras inseridas. Os quizzes podem ser de múltipla escolha, escrita ou soletração). O professor pode criar os cartões ou pedir para seus alunos criarem. É uma ótima ferramenta para os alunos revisarem vocabulário.

Lyricstraining (gratuito, não é necessário registrar-se, mas para o professor acompanhar o que o aluno fez, é bom registrar-se e criar turmas ou desafios)

O Lyricstraining é um site com músicas de diferentes países e línguas e para cada música há atividades de complete ou múltipla escolha. Enquanto a música é cantada, na legenda, há palavras faltando, é necessário escrevê-las ou escolher a resposta correta. É possível escolher uma música do banco de músicas ou, então, inserir uma de acordo com o que o professor necessita. É possível pedir que o aluno insira uma música também. O recurso é gratuito, mas para acompanhar a pontuação dos alunos, é necessário se registrar.

Kahoot! (gratuito, mas é necessário registrar-se)

O Kahoot! é uma ferramenta para criar jogos de múltipla escolha. Você pode criar um jogo com um conteúdo específico e compartilhar com seus alunos. Eles também podem criar os próprios jogos e compartilhar com os colegas.

As atividades e recursos apresentados anteriormente são sugestões para que o professor utilize ferramentas diferentes em suas aulas on-line, tanto para organizá-las quanto para dinamizá-las. Não há um único “modo de fazer”, cada professor pode utilizar de sua imaginação e de acordo com o contexto de seus alunos para adaptar e criar usos diferentes. Se você fizer alguma outra atividade ou algum outro uso diferente do que foi apresentado e quer compartilhar conosco, nos envie um e-mail, vai ser um prazer aprender com vocês.

Youtube (gratuito)

Esse recurso todos devem conhecer, mas é possível fazer atividades diferentes, como: pedir para o aluno criar uma legenda para determinado trecho de vídeo; pedir que o aluno pesquise e sugira vídeos para debater ou que tenham determinado conteúdo aprendido; pedir para o aluno criar um diálogo (escrito ou oral) para uma determinada cena de vídeo; pausar o vídeo em determinados trechos e questionar o aluno sobre o que vai acontecer na próxima cena. Há muitas possibilidades de atividades utilizando vídeos.

WhatsApp (gratuito, é necessário registrar-se)

O WhatsApp é um aplicativo muito utilizado pelas pessoas para comunicação, mas é possível utilizar esse recurso para propor atividades, para isso, o professor pode abrir um grupo com seus alunos. Algumas das atividades que podem ser feitas são: gravar áudios sobre determinado assunto; criar/usar memes ou sticker sobre expressões. Pode-se fazer atividades enviando uma foto ou palavra para um aluno no privado e, no grupo, esse aluno deve descrever sem utilizar a palavra específica para que os outros alunos descubram o que é. Há também inúmeras atividades possíveis utilizando esse recurso, deixe a sua imaginação criar.

 

Luhema Ueti é professora de PFOL desde 2005, formada Letras e Pedagogia, com Mestrado em Filologia e Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo. Escreve nesse espaço sempre que pode! Leia suas outras colunas aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Carrinho de compras